Preço do combustível dispara em Rio Preto

Na maioria dos postos de combustível de Rio Preto, na tarde de quarta-feira (29), a gasolina era encontrado à R$4,49, o litro. Já o etanol, a R$2,09 e o diesel por R$3,33. (Foto Claudio Lahos)

Alta do dólar é apontada como razão do aumento dos preços nas bombas; Petrobras anuncia novo reajuste para amanhã

Quem abasteceu ontem em Rio Preto teve uma surpresa nada agradável. É que encontrou preços ainda mais salgados nas bombas de combustíveis nos postos. A gasolina, por exemplo, já estava custando quase R$4,49 o litro. O valor da gasolina já acumula alta de quase 6% só neste mês. E os valores não aumentaram só em Rio Preto. Alta aconteceu em todo o País.

De acordo com Roberto Uehara, presidente do Sindicado do Comércio Varejista de Derivados do Petróleo (Sincopetro) de Rio Preto, os valores estão subindo gradativamente diariamente e, as chances de continuarem a subir são reais.

“A alta desenfreada do dólar é a responsável pelos aumentos no combustível. Não é só em Rio Preto. É no País todo. É uma situação em cadeia. Sobe o dólar, o commodities, consequentemente os preços na distribuidora e reflete nas bombas de combustíveis dos postos”, afirmou Uehara.

Na maioria dos postos de combustível de Rio Preto, na tarde de quarta-feira (29), a gasolina era encontrado à R$4,49, o litro. Já o etanol, a R$2,09 e o diesel por R$3,33. Uehara apontou um aumento de R$ 0,15 centavos na gasolina; R$0,14 no etanol e R$0,13 no diesel.

Só neste mês, a gasolina já teve, no acumulado, alta de quase 6%. A referência do petróleo no mercado internacional e o aumento do dólar são os apontados como os principais responsáveis pelos aumentos.

“A possibilidade de os preço continuarem as subir é muito grande. Cada vez que houver um novo aumento do dólar, reajuste vai ser repassado e ira impactar diretamente nos postos”, comentou Uehara. (Conteúdo especial: Thais COVRE)

 

Da REPORTAGEM

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS