Poupança tem maior captação no primeiro semestre desde 2014

m dos mais tradicionais investimentos do País, a poupança, voltou a atrair o interesse dos brasileiros em 2018. De janeiro a junho, os brasileiros depositaram R$ 7,35 bilhões a mais do que retiraram da caderneta. A informação é do Banco Central e foi divulgada nesta quinta-feira (5). Segundo a instituição, o resultado é o melhor para os seis primeiros meses do ano desde 2014, quando a captação líquida tinha somado R$ 9,61 bilhões.

Apenas em junho, os brasileiros depositaram mais do que retiraram da poupança pelo quarto mês consecutivo. Essa diferença entre saques e depósitos deixou um saldo positivo de R$ 5,64 bilhões no mês passado.

Avanço mesmo com queda de juros

Os dados do Banco Central mostram que a poupança voltou a atrair recursos, mesmo com a queda de juros, que reduz a rentabilidade da caderneta. Esse cenário de aumento de depósitos foi influenciado pela queda da inflação – quanto menor a inflação, maior o ganho da poupança.

Nos 12 meses terminados em junho, a poupança rendeu 4,97%, já o Índice de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15), que funciona como uma prévia da inflação oficial, acumula 3,68% no mesmo período.

 

Da REDAÇÃO

Fonte: Governo do Brasil

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS