Rio Preto: Por que treinar na areia?

Quem nunca pensou em correr na areia da praia, curtindo aquele visual, com aquela energia que o contato com a natureza proporciona? Só estes motivos já tornam interessante pensar em fazer o condicionamento físico na praia, mas se você não mora perto de uma, na academia Funcional Fit, localizada no bairro Redentora em São José do Rio Preto, você pode praticar o Beach Training Indoor, com aulas de treinamento funcional na areia.

A ideia é tão bacana que a empresária Ariane Russo patenteou o treino na areia. Para quem deseja obter resultado rápido de emagrecimento e enrijecimento do corpo a opção é ideal.
Se você quer emagrecer ou manter a forma e está cansado das opções tradicionais que as academias oferecem a hora de mudar é agora. O espaço Funcional Fit – Ariane Russo – oferece aula experimental de diferentes modalidades também como treinamento funcional, funcional fight, circuito funcional, beach training indoor, pilates original, pilates clínico, pilates power e pilates em suspensão.

O treinamento funcional consiste na prática de exercícios que respeitam os movimentos naturais do corpo: agachar, empurrar, girar, pular e correr estão entre eles.
Combinado com outras variações em meio aos treinos regulares, os movimentos executados devem integrar todos os grupos musculares e não trabalhar músculos isolados.

A empresária Ariane Russo é pioneira na patente da técnica de treino de areia Beach Training Indoor.
A empresária Ariane Russo é pioneira na patente da técnica de treino de areia Beach Training Indoor.

As aulas são feitas em grupo de até 15 pessoas, com até sete instrutoras por turma, visando total atenção e dedicação aos alunos. As aulas podem ser feitas de uma a quatro vezes, ou mais na semana, de acordo com a disponibilidade e objetivos da cliente.

O time de professoras é composto por fisioterapeutas capacitadas e antenadas nas últimas tendências fitness, que estão sempre por perto para orientar, dar dicas para melhorar sua saúde e seus resultados.

A areia por ser um terreno irregular oferece maior instabilidade, logo exige mais de coordenação e equilíbrio, desta forma a instrutora treina a propriocepção da cliente que nada mais é do que sua consciência corporal, a noção do posicionamento do seu corpo no espaço. Isso é especialmente interessante até mesmo na reabilitação.

A musculatura de membro inferior também passa a ter uma exigência maior, incrementando seu fortalecimento, a musculatura abdominal e dorsal também é trabalhada uma vez que são estabilizadoras. Os benefícios se dão também nas articulações do quadril, joelho e tornozelo, trabalhando sua estabilidade.

Para quem deseja perder peso a atividade física na areia se torna ainda mais atraente. Devido a areia fofa e à instabilidade, seu corpo gasta mais energia, logo oferece uma queima calórica maior, ou seja, correr na areia emagrece mais.

 

Calorias queimadas

Vários estudos descobriram que você queima mais calorias correndo na areia do que correndo no asfalto. Em um desses estudos, pesquisadores descobriram que as pessoas que caminhavam ou corriam na areia queimavam entre 1,2 e 1,8 vezes mais calorias por milha, o que equivale entre 20 e 80 calorias extras. Na areia, você afunda e gasta mais energia para sair dela, embora o impacto da corrida na areia seja mais suave.

A corrida na areia, ou seja, em um solo irregular, macio, proporciona benefícios nas rotinas do treinamento como a diminuição do impacto nas articulações e um incremento no desenvolvimento da musculatura.

Normalmente, o piso reduz o impacto e melhora a estabilização articular e a musculatura do corpo. Por conta disso, acaba sendo mais solicitada e mais trabalhada a panturrilha e costas e estes dois pontos pedem cuidado especial para evitar lesões musculares.

 

Por Amanda Barufi

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS