Por acordo salarial, 90% dos analistas-tributários rio-pretenses entrarão em greve

Funcionários vão ficar de terça até quinta-feira sem trabalhar e paralisarão todas as atividades no país

Cerca de sete mil analistas-tributários da Receita Federal do Brasil (RFB) paralisarão suas atividades em todo o país, em greve nacional pelo cumprimento integral do acordo salarial da categoria, assinado há mais de dois anos, durante os dias 8, 9 e 10 deste mês de maio. Somente em Rio Preto, aproximadamente 35 funcionários, ou 90% do efetivo, aderiram a greve.

Segundo comunicado emitido pelo Sindicato Nacional dos Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (Sindireceita), sindicato da categoria, o movimento dos servidores do cargo exige que o governo federal regulamente, por meio de decreto do Poder Executivo, o Bônus de Eficiência e Produtividade da Carreira Tributária e Aduaneira. A gratificação foi aprovada em lei no ano passado e é um importante instrumento amparado no cumprimento de metas de eficiência institucional da Receita Federal.

De acordo com Walter Vinicius, analista-tributário, com a greve, serviços para população serão interrompidos nas unidades da Receita Federal em todo o Brasil. “Atendimento aos contribuintes, emissão de certidões negativas e de regularidade, restituição e compensação, inscrições e alterações cadastrais, regularização de débitos e pendências, orientação aos contribuintes, parcelamento de débitos, revisões de declarações, análise de processos de cobrança, atendimentos a demandas e respostas a ofícios de outros órgãos, entre outras atividades”, afirmou.

Por Marcelo Schaffauser

SEM COMENTÁRIOS