População pode acompanhar evolução ou regressão para mudança de fase no Plano São Paulo

O Governo do Estado de São Paulo disponibilizou uma forma permanente uma base de dados que define os critérios de classificação nas fases do Plano São Paulo.

A retomada consciente e segura da economia em 17 regiões de Saúde do Estado são determinadas por dados que são atualizados diariamente e disponibilizados para consulta detalhada na internet.

Dhoje Interior

Os critérios que definem as cinco fases de restrições e permissões a atividades econômicas em São Paulo são: média da taxa de ocupação de leitos de tratamento intensivo para COVID-19; número de leitos UTI COVID-19 por 100 mil habitantes; e evolução semanal de casos confirmados, internações e mortes pela doença na comparação com a semana anterior.

O boletim completo do coronavírus (seade.gov.br/coronavirus/) reúne informações fornecidas pela Secretária de Saúde de São Paulo e Ministério da Saúde. Qualquer pessoa por consultar estatísticas sobre o avanço da pandemia, números de casos e mortes, taxas de internação em leitos de UTI e enfermaria exclusivos para COVID-19, além de dados demográficos e de isolamento social.

Rio Preto – Os dados da DRS (Departamento Regional de Saúde) XV onde Rio Preto é sede a população pode acessar informações sobre o percentual de número de leitos disponíveis para os 102 municípios da região. Nesta quinta-feira (4), por exemplo, 30% dos leitos estão ocupados nas UTIs e nas enfermarias são 22,7%, estão registados 1.711 casos confirmados de Covid e 69 óbitos na região – são 115 casos para cada 100 mil habitantes e a população estimada da região é de 1.484.135 pessoas.

De forma prática e fácil todos podem acessar os dados individualizados nos municípios para saber o número de casos confirmados, números de óbitos, casos por 100 mil/habitantes e a população do determinado município selecionado.

por Sérgio SAMPAIO