Policial militar perde mountain bike e tem cartão usado por golpista

Depois de anunciar sua bicicleta por R$ 1,2 mil no Mercado Livre, no último sábado, um policial militar, de 22 anos, recebeu mensagem no whatsapp de um suposto comprador. O estelionatário solicitou que fosse enviado o e-mail da vítima para confirmação de pagamento e, em seguida, enviou um falso comprovante.

Um motorista de aplicativo buscou a mountain bike e pouco depois o pm recebeu uma nova mensagem solicitando dados pessoais, fotos do cartão de crédito e do documento original de identificação, além de comprovante de residência, para que o dinheiro fosse liberado pelo site.

Dhoje Interior

Na sequência, o estelionatário voltou a entrar em contato alegando que não havia sido aprovada a liberação em sua conta e que era para a vítima passar dados bancários. Foram enviadas informações da esposa do pm.

Quando a mulher do policial foi efetuar uma compra em estabelecimento comercial com o seu cartão não conseguiu, pois constou excesso de limite de crédito. Ao verificar o aplicativo do Banco do Brasil, o pm descobriu que bandidos tinham feito quatro compras no crédito no Ifood, totalizando R$ 307,90.

Segundo o boletim de ocorrência registrado como estelionato, na Central de Flagrantes rio-pretense, nesta segunda-feira, até o momento a esposa da vítima não teve o nome envolvido em nenhum tipo de golpe.

Daniele JAMMAL