Polícia ouve gestor do Lar São Vicente de Paulo

A Polícia Civil de Rio Preto ouviu na tarde de quarta-feira, dia 28, o gestor administrativo do Lar São Vicente de Paulo sobre o caso do incêndio na instituição, que resultou na morte de um idoso, de 63 anos.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Renato Pupo, o gestor disse que a vítima era um interno e estava procurando uma funcionária na área externa do asilo. As enfermeiras estariam atendendo outros idosos que moram na instituição no momento do incêndio, mas que o fogo foi controlado por funcionários do local.

Dhoje Interior

Além do depoimento, o delegado também analisa as imagens das câmeras de seguranças do lar e aguarda o laudo necroscópico para saber o que teria causado a morte do idoso. Na semana que vem, enfermeiras que trabalham no local devem ser ouvidas.

O INCÊNDIO

O incêndio foi na semana passada. De acordo com o boletim de ocorrência, o incêndio teria começado em uma poltrona que fica num corredor da área externa do asilo. João Batista Pereira de Carvalho estava sentado no móvel que pegou fogo e morreu no local. Duas enfermeiras inalaram muita fumaça e foram socorridas na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jaguaré.

 

Vinicius LOPES