Polícia Militar tem saldo positivo das operações realizadas em 2017

polícia militar - Em uma das apreensões deste ano essas armas foram apreendidas em Rio Preto e região

O 52º Batalhão de Polícia Militar divulgou o balanço de todo o trabalho realizado pelas equipes policiais neste ano. Os resultados são referentes a 30 cidades pertencentes ao batalhão.

As estatísticas mostram resultados positivos nas operações realizadas nas nos município de Mirassol, Jaci, Monte Aprazível, Tanabi, Poloni, Nipoã, Mirassolândia, Bálsamo, Neves Paulista, União Paulista, Nova Granada, Onda Verde, Orindiuva, Cedral, Uchoa, Guapiaçu, Icém, Ibirá, Ipiguá, Paulo de Faria, Palestina, José Bonfiácio, Zacarias, Ubarana, Adolfo, Mendonça, Planalto, Nova Aliança, Bady Bassitt e Potirendaba. As equipes policiais prenderam de janeiro a 31 de novembro deste ano, 672 procurados pela justiça, 124 armas de fogo apreendidas, 1.088 prisões realizadas, 220 ocorrências de porte de drogas, 234 veículos recuperados e 3.592 inquéritos policiais instaurados.

“Foi um ano excelente para o trabalho da polícia, foram feitas várias operações, principalmente, de prevenção isso fez com que houvesse uma redução no número de delitos. Para o ano que vem já estamos com a agenda definida com operações que tem o objetivo de prevenir a ação dos criminosos”, afirma o Capitão Fábio Henrique Kunii.
Segundo os dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP), somente, em Rio Preto, de janeiro a novembro deste ano, foram apreendidas 80 armas de fogo, 1.886 prisões efetuadas, 129 ocorrências por porte de drogas, 643 veículos recuperados e 4.241 inquéritos instaurados. No mesmo período do ano passado, foram 154 armas apreendidas, 1.937 prisões realizadas, 153 ocorrências de porte de drogas, 629 veículos recuperados e 4.883 inquéritos instaurados.

O capitão Marcelo Lessa, do 17º Batalhão de Rio Preto avalia como positivo os resultado do trabalho desenvolvido pelos militares ao longo de 2017. “A quantidade de pessoas presas e a quantidade de armas apreendidas caíram, mas é importante frisar que os crimes na cidade também tiveram redução. Acreditamos que essa queda dos indicadores de produtividade tem a ver a ação positiva da Polícia Militar no combate ao crime. As Operações estão sendo realizadas frequentemente e têm redundado numa série de prisões, e essas prisões acabam o número de pessoas presas e o número de armas apreendidas também diminua. É um efeito cíclico.”

Além das operações desenvolvidas pela Polícia Militar para combater o crime, as equipes realizaram ao longo do ano campanhas sociais arrecadando alimentos, brinquedos, roupas para cada época comemorativa. A campanha “Páscoa Solidária” arrecadou chocolate e contemplou 1.100 crianças. “Campanha do Agasalho” 6.320 pessoas beneficiadas e a campanha “Natal Solidário” com arrecadação de brinquedos novos e usados para 6.786 crianças carentes.

 

Por Mariane Dias

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS