Polícia localiza moto de homem assassinado em favela

Um entregador, de 18 anos, e um soldador, também de 18 anos, foram detidos com a moto de João Carlos Lobato Mota, de 19 anos, na madrugada de sábado (27), no Residencial Garcia, em Rio Preto. O dono da moto foi assassinado a tiros na noite de segunda-feira (15), na favela do Brejo Alegre. O caso ainda não foi esclarecido pela polícia.

De acordo com o boletim de ocorrência, policiais militares em patrulhamento viram dois homens em uma moto. Com a aproximação da viatura, o piloto soltou o veículo no chão e tentou correr, mas acabou detido. O outro policial conseguiu pegar o homem que estava na garupa.

Ao pesquisar a placa da moto no sistema da polícia, constava uma queixa de furto, feita na quarta-feira (10), por telefone, à Central de Operações da Polícia Militar, Copom. No entanto, não havia boletim de ocorrência, pois o dono do veículo, João Carlos Lobato Mota, foi assassinado dias depois.

Em depoimento, o entregador disse que comprou a moto de dois moleques, na Vila Toninho, e que pagou R$ 1,5 mil pelo veículo. Ele confirmou que usava uma chave mixa, que não foi encontrada pelos policiais.

Os homens foram ouvidos e liberados, mas devem responder pelo crime de receptação.

A polícia ainda investiga o homicídio de João Carlos Lobato Mota.

Por Bia MENEGILDO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS