Polícia investiga suposto estupro contra criança em procedimento de adoção

Foto: Divulgação

A Delegacia de Defesa da Mulher vai investigar um suposto abuso sexual contra uma criança de quatro anos. O caso teria acontecido na última segunda-feira (09), mas foi registrado somente na quarta-feira (11).

De acordo com o boletim de ocorrência, três crianças, de 4, 6 e 8 anos, estão em procedimento de adoção, moram com uma mãe social e fazem visitas de aproximação com um casal candidato à família substituta.

A visita começou na sexta-feira (06) e deveria durar até a quarta-feira (11), no entanto, na noite de segunda-feira (09), o casal levou as crianças até a encarregada administrada da Associação Filantrópica Mamãe Idalina dizendo que a criança de 4 anos apresentava sangramento.

Eles foram encaminhados para a assistente social e, segundo consta no boletim de ocorrência, os dois afirmaram que os ferimentos foram consequências de uma briga entre as três crianças.

Em conversa entre as crianças e a mãe social, as meninas de 6 e 8 anos relataram que o homem teria dado banho na criança menor e desferido tapas e empurrões nelas.

A criança de quatro anos foi atendida no Hospital da Criança e Maternidade e, segundo relato da mãe social à polícia, a médica relatou um possível abuso sexual.

As três crianças foram encaminhadas para o IML, Instituto Médico Legal, e deverão passar por exames.

O caso está sendo investigado.

Por Bia MENEGILDO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS