Polícia investiga morte de detento

A Polícia Civil de Guarani D’Oeste vai investigar a morte de um representante comercial, de 55 anos, que estava preso na cadeia da cidade. Ele morreu depois de cair de um beliche, dentro da cela. Há suspeita de que tenha tido um infarto.

Luis Otávio Gonçalves tinha sido preso no dia 8 de julho, depois que a 3ª Vara Cível de Fernandópolis expediu um mandado de prisão por atraso com pensão alimentícia.

Ele foi socorrido pelo SAMU com traumatismo craniano para a Santa Casa de Fernandópolis e transferido para o Hospital de Base de Rio Preto, com escolta policial. Luis Otávio faleceu na noite de segunda-feira, 19.

O inquérito aberto será acompanhado pela 5ª Corregedoria Auxiliar de Polícia Civil.

Por Vinícius Lopes

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS