Policia investiga denuncia de maus tratos contra bebê com síndrome de down

Uma mãe procurou a polícia para denunciar uma enfermeira por maltratar a filha dela, um bebê de apenas onze meses que é portadora de síndrome de down e também cardiopata, no Jardim Tarraf II, em Rio Preto. As ações da enfermeira teriam sido registradas por imagens feitas por câmeras.

De acordo com o boletim de ocorrência, a auxiliar administrativa, de 42 anos, procurou a polícia e relatou que devido às necessidades especiais da filha, a bebê recebe os cuidados necessários em casa por meio de serviços prestados por home care, que é quando o profissional do convênio médico vai até a casa do paciente.

Ainda segundo as informações do boletim de ocorrência, por meio de imagens gravadas, a mãe observou que a enfermeira não ofereceu os cuidados adequados para a criança, que chegou a “jogar a bebê no berço, jogar bruscamente e pegar pela cabeça”.

O plano de saúde contratado pela família terceiriza o serviço de enfermagem. A assessoria de imprensa do convênio respondeu por meio de nota: “O plano de saúde informa que irá averiguar, com a empresa terceirizada que presta serviços de enfermagem, o que ocorreu e tomar as providências necessárias. A empresa prima pela excelência dos serviços prestados a cada um dos beneficiários e repudia qualquer tipo de comportamento que vá contra seus princípios éticos e valores”.

A equipe do Jornal DHoje entrou em contato com a mãe da vítima, que disse estar muito sensibilizada e prefere não comentar o ocorrido. Colaborou: Thais Lobato

Por Thais Covre

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS