Polícia Federal abre 500 vagas em concurso

A Polícia Federal publicou o edital do concurso público para os cargos de Delegado, Perito Criminal, Agente de Polícia, Escrivão e Papiloscopista.

A retificação atualiza os seguintes itens: é permitido apenas uma inscrição por cargo; informa o período correto de duração do Curso de Formação Profissional; corrige parte dos conteúdos programáticos das provas para algumas áreas dos cargos de Perito Criminal; e muda informação relativa à pontuação do teste de impulsão horizontal.

Ao todo, são oferecidas 500 vagas, já considerando as oportunidades para ampla concorrência e as vagas reservadas aos candidatos negros e aos candidatos com deficiência. Para concorrer aos cargos de Delegado de Polícia Federal é preciso ter diploma de bacharel em Direito e comprovação de três anos de atividade jurídica ou policial. A remuneração inicial é de R$ 22.672,48 e a jornada de 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva.

Para o cargo de Perito Criminal Federal, cuja remuneração inicial é R$ 22.672,48, com a mesma jornada, o requisito básico é ter curso superior em nível de graduação em uma destas áreas de formação: Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica, Engenharia de Telecomunicações, Engenharia de Redes de Comunicação, Análise de Sistemas, Ciências da Computação, Engenharia da Computação, Engenharia de Redes de Comunicação, Informática, Engenharia Agronômica, Geologia, Engenharia Química, Química Industrial, Química, Engenharia Civil, Engenharia Florestal, Medicina ou Farmácia.

Para disputar as vagas de Agente, Papiloscopista e Escrivão de Polícia Federal é necessário ter curso superior em qualquer área. A remuneração inicial é R$ 11.983,26.

O edital prevê outros requisitos básicos, entre eles: possuir carteira nacional de habilitação, categoria “B”, ter idade mínima de 18 anos completos na data de matrícula no Curso de Formação Profissional, ter aptidão física e mental e estar em dia com as obrigações eleitorais e militares.

Inscrições

A taxa de participação será de R$ 180 ou R$ 250, de acordo com o cargo pretendido e, para participar do concurso, os interessados devem se inscrever via página do Cebraspe (http://www.cespe.unb.br/concursos/pf_18), entre 19 de junho e 2 de julho de 2018).

Provas Polícia Federal 2018                          

Adotando o método Cespe de seleção, os candidatos serão avaliados por meio da aplicação de: prova objetiva; prova discursiva; exame de aptidão física; prova oral (esta somente para o cargo de Delegado de Polícia Federal); prova prática de digitação (somente para Escrivão de Polícia Federal); avaliação médica; avaliação psicológica; e avaliação de títulos (somente para os cargos de Delegado de Polícia Federal e de Perito Criminal Federal).

A segunda etapa do concurso consistirá de Curso de Formação Profissional, de responsabilidade da Academia Nacional de Polícia, a ser realizado no Distrito Federal, podendo ser desenvolvidas atividades, a critério da Administração, em qualquer unidade da Federação.

As  provas objetivas e a prova discursiva serão aplicadas no dia 19 de agosto de 2018, em turnos e durações diferenciados, a depender do cargo pretendido. Os gabaritos oficiais preliminares serão divulgados pelo Cebraspe a partir das 19h do dia provável 21 de agosto.

Colaborou: Vinicius LIMA

 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS