Polícia Ambiental desmonta quadrilha de Mirassol que atuava pela internet

Os primatas já foram avaliados por veterinários e devolvidos ao lar

Policiais Ambientais após monitoramento nas redes sociais prenderam traficantes de animais na cidade de Mirassol, na tarde do último domingo. Segundo as informações dos Policiais eles estavam vigiando o local e os suspeitos do crime. Após encontrarem o local e os suspeitos, a equipe da Ambiental abordou duas mulheres e conseguiu capturar 20 animais no total, sendo quatro saguis de tufos brancos e três de tufos pretos, dois papagaios verdadeiros e 11 macacos prego.

Ainda de acordo com as informações, além das mulheres que estavam com os animais, também foi flagrado um casal que tinha a pretensão de transportar os animais para a capital.

Os envolvidos foram levados até a delegacia de polícia de Mirassol para as providências de polícia judiciária e, administrativamente, recebeu uma multa de R$ 10.000, cada um.

Todos responderão pelo crime ambiental, que prevê pena de seis meses a um ano de detenção mais a multa, além do crime de formação de quadrilha, com pena prevista de um a três anos de reclusão.

Os primatas, após avaliação do hospital veterinário da UNIRP, foram devolvidos ao seu habitat e os papagaios serão reavaliados ainda nesta semana para também serem devolvidos ao meio ambiente. (Colaborou Chiara Gélio)

SEM COMENTÁRIOS