PLANO SÃO PAULO: Número de leitos hospitalares pode manter Rio Preto na Fase Laranja

Andreia Negri, gerente da Vigilância Epidemiológica, acredita que Rio Preto se mantem na fase Laranja_SMCS

A expectativa de membros do Comitê Gestor de Enfrentamento do Coronavírus é que Rio Preto permaneça por mais uma semana na Fase Laranja do Plano São Paulo, a afirmação foi feita nesta quinta-feira (9) pela gerente da Vigilância Epidemiológica, Andreia Negri.

Segundo Andreia, a cidade deve se manter na atual fase, mas ela alerta que é necessário que a população colabore, pois existe o risco de Rio Preto ser rebaixada para a fase 1 (Vermelha), em uma próxima avaliação. Nesta fase, apenas serviços essenciais podem funcionar.

Dhoje Interior

Avaliação – O faseamento de cada região dependerá da capacidade do sistema de saúde. São considerados os fatores de taxa de ocupação de UTIs (Unidade de Terapia Intensiva) por pacientes com Covid-19, leitos UTI Covid-19 para cada 100 mil habitantes na região e evolução da epidemia: número de casos, número de internações e número de óbitos.

Analise – Essa troca de fase poderá ser alterada para mais flexível ou menos flexível, conforme o cumprimento de cada protocolo que inicialmente será feito a cada sete dias e posteriormente a cada 14 dias.

Rio Preto em xeque – Se for analisado dos dados de óbitos, número de casos e internações e ocupações de leitos de UTI em Enfermarias nos hospitais de Rio Preto nos últimos 14 dias teremos o seguinte quadro:

  • Óbitos por Covid-19 – Em análise feita entre 26 de junho a 09 de julho, existe uma queda no número de óbitos da 1ª semana para a 2ª – foram 23 óbitos (25/06 à 02/07) e 14 óbitos (02/07 à 09/07).
  • Novos casos – No que diz respeito a novos casos confirmados de Covid na mesma avaliação de período houve uma estabilidade sendo 916 novos casos na 1º semana e 1.100 na 2ª semana.
  • Ocupação de UTI – Já os casos de ocupação de UTIs neste período analisado houve uma estabilidade na ocupação nestas duas semanas, pois na 1ª houve uma redução da ocupação de oito leitos e na 2ª semana houve uma alta de 11 novos internados nas UTIs.
  • Enfermarias – Neste quesito houve uma alta significativa na 1ª semana saltando de 116 leitos ocupados para 172, número esse que teve queda na 2ª semana caindo para 164 de leitos ocupados por pacientes da Covid.

Números atualizados – No boletim desta quinta-feira (9) divulgado pelo Comitê Gestor de Enfrentamento do Coronavírus – Rio Preto registra: 4.032 casos confirmados de Covid, 118 óbitos, 93 pacientes internados em UTI e 164 internados em Enfermarias.

Leitos – Rio Preto possui 418 leitos de Enfermaria e 200 de UTIs – a cidade atualmente tem uma média de 15 leitos de UTI para cada 100 mil habitantes e a recomendação é de 5 leitos para cada 100 mil.

Por Sérgio SAMPAIO – Da Redação Jornal DHoje Interior