PF deflagra Operação Pipe e prende um por contrabando de peças

Divulgação PF

A Polícia Federal, em conjunto com a Receita Federal, deflagrou nesta terça-feira (28/5) a Operação Pipe, com a finalidade de combater a importação fraudulenta de peças e acessórios de motos.

Os Policiais Federais cumpriram 4 mandados de busca e apreensão em São José do Rio Preto/SP, todos expedidos pela Justiça Federal local.

Segundo as investigações, pelo menos desde o ano de 2017, peças e acessórios de uma marca famosa no ramo das motocicletas eram importadas do Estados Unidos para o Brasil, acompanhadas de documentos fiscais com descrição genérica de conteúdo e com preços bem abaixo do valor real, iludindo, no todo ou em parte, o pagamento dos impostos devidos pela entrada da mercadoria no Brasil.

Após o ingresso no Brasil, as peças e acessórios eram revendidos aos consumidores brasileiros, principalmente através da internet, a preço de mercado.

Um dos investigados foi preso em flagrante nesta manhã por armazenar em sua residência grande quantidade de peças e acessórios de motos desacompanhadas dos documentos comprobatórios de sua regular importação.

Os investigados poderão responder, na medida de suas culpabilidades, pelos crimes de contrabando, descaminho e organização criminosa.

A denominação Pipe, cano em português, se dá em razão de ser a forma que comumente as peças vinham descritas nos documentos de importação.

Da REDAÇÃO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS