Pauléra quer liberar estacionamento em corredores de ônibus fora do horário de pico

Foto: Claúdio Lahos

O presidente da Câmara de Rio Preto, Paulo Pauléra (PP), protocolou nesta sexta-feira (24), projeto de lei que permite o estacionamento de veículos em horários exclusivos das 8h30 às 16h30 e das 19h30 às 5h em todos os corredores destinados aos ônibus do transporte coletivo, de Rio Preto.

No projeto apresentado por Pauléra, o estacionamento será proibido, somente, entre 5 horas e 8h30 e entre 16h30 e 19h30, horário de maior movimentação. Como justificativa, o vereador ponderou que os corredores ficam em frente a vários comércios, “ficarão prejudicados caso não disponham de local para o estacionamento seguro de seus clientes. Sendo assim é de extrema importância fixarmos e disponibilizarmos a permissão do estacionamento nesses horários, para auxiliar no desenvolvimento econômico de nossa cidade e na segurança dos nossos motoristas”.

O vereador contou que visitou, recentemente, comerciantes de algumas avenidas, entre elas a avenida Philadelpho Gouveia Neto, “eles [comerciantes] estão desesperados, já que, sem estacionamento para os clientes, não há negócios”, disse Pauléra.

Pelo Plano de Mobilidade Atualmente em vigor, ficou estabelecido que além das avenida Bady Bassitt e Alberto Andaló, os corredores exclusivos do transporte coletivo funcionem também nas avenidas Ernani Pires Domigues, João Bernardino de Seixas Ribeiro, Mirassolândia e Philadelpho Gouveia Neto, e nas ruas Antônio de Godoy, Bernardino de Campo, General Glicério, João Mesquita, Pedro Amaral, Tiradentes e XV de Novembro.

Atualmente, quem for flagrado trafegando pelos corredores de ônibus comete uma infração classificada como gravíssima, terá sete pontos anotados na CNH, com multa de R$ 293,47. Já o motorista que estacionar, entre 5h e 20h, será multado em R$ 195,23 e perderá cinco pontos na carteira, a infração neste caso é grave.

Todos os projetos protocolados pelos vereadores, neste mês, serão votados, somente, a partir do dia 4 de fevereiro período que inicia as sessões ordinárias e extraordinários no Legislativo.

Por Mariane Dias

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS