Partec sedia evento para empreendedores e entrega 135 certificados para jovens

O Partec (Parque Tecnológico) de Rio Preto entregou 135 certificados a um grupo de jovens que participou de dez oficinas em parceria com o CIEE (Centro de Integração Empresa Escola) com o tema ‘Inclusão no Mundo do Trabalho’. Esses jovens frequentaram o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) da Secretaria de Assistência Social da cidade durante todo o primeiro semestre.

Os certificados foram entregues durante um evento realizado na manhã desta terça-feira (30), no auditório do Partec.

“As oficinas de criatividade preparam o adolescente para o trabalho, desenvolvem talentos e habilidades. O que achei significativo foi a dificuldade de eles planejarem sua vida, ter sonhos, ter ídolos. Nem os próprios pais e mães eram citados como ídolos. Então temos que estimulá-los, lembrar que a vida está apenas começando, que se reconheçam no seu próprio espaço, porque eles não acreditam na própria potencialidade”, afirmou assistente social Mirian Oliveira.

Com metas definidas e sonhos a serem realizados, Niciele Sara Souza Costa, aluna de 14 anos e frequentadora do CRAS Novo Mundo, disse aos colegas de programa da importância do projeto. “Nós temos que estudar, investir na carreira, fazer um curso de inglês, comprar uma casa pra mãe. Vamos sair do sofrimento, gente!”, frisou.

‘DE PORTAS ABERTAS’

Cheio, o auditório do Partec também foi palco da apresentação do evento ‘Parque Tecnológico de Rio Preto Portas Abertas’ que tem por iniciativa, “apresentar o parque a empreendedores e interessados em inovação além de proporcionar conteúdo de alto nível relacionado à tecnologia, inovação e desenvolvimento de negócios”. Um talk show também foi apresentado no evento.

“Discute-se muito a relação entre o público e o privado. É essa discussão que fomentamos no Parque, associada ao agir. O objetivo é gerar renda, empregos e desenvolvimento”, destacou o prefeito Edinho Araújo (MDB) durante a abertura do evento.

O coordenador do Partec, Willy de Goes, ressaltou a importância das atividades desenvolvidas no complexo que, hoje, abriga 23 empresas que registraram um faturamento superior a R$ 3 milhões e conquistaram subsídios para projetos de cerca de R$ 1,5 milhão.

“O Parque Tecnológico de São José do Rio Preto não é uma promessa, é uma realidade. Ele já conta com 23 empresas e, agora, estamos de portas abertas para receber novos interessados, por meio dos editais de processo seletivo para ingresso no Parque”, frisou.
Várias palestras foram ministradas no decorrer do evento. Uma delas, o palestrante Daniel Rodrigues (CCLI Consultoria Linguística). Segundo ele, a inovação é “a novidade que impacta o negócio e não necessariamente algo de outro mundo”.

André Faria, da Bluesoft, discorreu a respeito dos ‘Protagonistas da inovação: como criar e gerir negócios do futuro’. “Não queira vender tudo para todo mundo. Pense naquilo que seu negócio quer ser, como vai chegar lá e que métricas vai usar para monitorar o seu progresso”, salientou.

O PARQUE

Idealizado em 2005, o Parque Tecnológico de São José do Rio Preto iniciou sua operação em 2018, com o ingresso das primeiras empresas no Centro Incubador de Empresas ‘Vanda Bolçone’.

Seu funcionamento é viabilizado financeiramente pela Prefeitura; já sua gestão, é feita pela Empro Tecnologia e Informação. Para a tomada de decisão, a instituição conta também com um conselho independente, formado por representantes do poder público, do segmento educacional e de entidades empresariais.

Por Ygor Andrade