Paralisação dos Correios continua por todo o país

Uma semana após a greve nacional dos Correios ser deflagrada, a paralisação nos serviços prossegue sem data para terminar. Desde a meia-noite da última quarta-feira, os trabalhadores decidiram iniciar a greve, reivindicando melhorias na campanha salarial, acordo coletivo e benefícios da categoria.

Segundo o presidente do Sindicato dos Correios de Rio Preto e região, Sérgio Pimenta, no momento há cerca de 50 mil trabalhadores parados pelo país. A categoria conta com cerca de 110 mil funcionários no Brasil. “Temos cerca de 150 carteiros parados por Rio Preto e região, sendo que cerca de 40% de toda a categoria já aderiu à greve, sendo ao todo 300 pessoas paradas”, comentou.

Dhoje Interior

Na próxima segunda-feira, às 15h, haverá uma nova assembleia em Rio Preto, com os funcionários da categoria. Até lá, o presidente do sindicato já garantiu que não há previsão para encerrar a greve.

Os Correios ingressarão com ação de dissídio coletivo junto ao Tribunal Superior do Trabalho (TST). A decisão foi tomada após adesão por parte de sindicatos ligados à Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect) à paralisação na noite da última terça-feira.

 

Por Priscila Carvalho