Palhaço fura crianças com seringa em Olímpia

Um comerciante de 60 anos, vestido de palhaço, morador de Ibiúna (SP), foi preso acusado de atacar crianças com uma seringa, durante uma feira que estava sendo realizada na Praça Santa Rita, na noite de quinta-feira (9), em Olímpia.

Segundo o boletim de ocorrência, o homem vestido de palhaço furou três crianças, com idades entre seis e oito anos, usando uma seringa e agulha grande e, em seguida, fugiu em uma perua Kombi. Uma dessas crianças disse à polícia que estava mexendo em caixa com brinquedos, quando o palhaço pegou no seu braço e espetou com a agulha. Outras duas crianças que estavam perto também foram espetadas. 

Viaturas fizeram buscas pela cidade e localizaram o palhaço e a perua. Dentro do veículo havia caixas com seringas utilizadas em procedimentos médicos, capazes de causar lesões. Todo o material foi apreendido pela polícia e só será liberado mediante apresentação de nota fiscal do proprietário.

O homem foi encaminhado até a delegacia, onde negou ter espetado as crianças, mas confirmou utilizar as agulhas para inflar os brinquedos. Ele disse também que provavelmente as crianças se feriram enquanto mexiam na caixa com brinquedos.

A polícia levou o suspeito até a Unidade de Pronto Atendimento da cidade, onde passou por exames de HIV e Hepatite, que deram negativos.

As três crianças também passaram por avaliação médica, que constatou as picadas. O caso foi registrado como lesão corporal.

O homem vestido de palhaço, que não tem passagens pela polícia, foi ouvido e acabou sendo liberado pela polícia, que continua investigando o caso.

Da Redação

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS