Paciente chama técnico de enfermagem de “macaco” ao recusar atendimento

Um técnico de enfermagem, de 37 anos, acusa uma vendedora, de 54 anos, de injúria cometida durante um atendimento médico na UPA, Unidade de Pronto Atendimento, Jaguaré. O caso aconteceu na tarde de sábado (17), quando a mulher o chamou, entre outros adjetivos de “macaco” e “maloqueiro” ao se recusar a tomar a medicação prescrita pelo médico.

De acordo com o boletim de ocorrência, a vendedora foi usuária de crack durante 14 anos e faz uso de medicamentos controlados. Durante o atendimento, ela teria ficado nervosa e passou a ofender o técnico de enfermagem.

Após chama-lo de “preto, macaco, vagabundo, horroroso, monstro e maloqueiro”, a mulher ainda teria tentado agredir o profissional. O fato foi presenciado por outros membros da equipe da unidade.

O caso foi registrado como injúria e deve ser investigado pela Polícia Civil.

Por Bia MENEGILDO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS