Operação contra facções criminosas cumpre mandados de prisão em Rio Preto e região

 

Após investigação criminal de três meses, a Polícia Civil do Estado de São Paulo realiza nesta quinta-feira (24), a Operação Estadual Transponder para combate grupos de Organização Criminosa Paulista.

Os trabalhos de investigação revelaram, até o momento, o envolvimento de 65 integrantes da capital, interior e litoral paulista. Foram expedidos 37 mandados de prisões temporárias que serão cumpridos nesta quinta-feira pela Polícia Civil. Alguns, por já se encontrarem presos, terão os mandados cumpridos nas respectivas penitenciárias. Dos 37 mandados de prisões expedidos, 14 são de pessoas que já estão presas (praticam crimes de dentro de Presídios) e 23 estão em liberdade.

Ao todo 250 policiais civis de São Paulo cumprem os 59 mandados de busca e apreensão, em 21 Municípios do Estado de São Paulo (Pacaembu; Irapuru; Flórida Paulista; Presidente Prudente; Martinópolis; Presidente Bernardes; Junqueirópolis; Caiuá; Presidente Venceslau; Presidente Epitácio; São Paulo; Carapicuíba; Taboão da Serra; Guarulhos; Aparecida; Mirassol; Mongaguá; Sorocaba; São José do Rio Preto; Teodoro Sampaio e Andradina).

O maior número de prisões de pessoas que coordenam o crime na rua ocorre em Presidente Prudente, onde serão cumpridos 11 mandados de prisão e 15 de busca e apreensão.

Além das prisões, a investigação policial alcançará bens e bloqueará quantias em todas as contas bancárias vinculadas a 47 dos integrantes, que movimentam diariamente valores adquiridos da atividade criminosa.

O grupo investigado é responsável pela movimentação financeira, tráfico de drogas dentro e fora dos presídios.

A operação é coordenada pela Delegacia Seccional de Polícia de Adamantina, do Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior de Presidente Prudente-SP (DEINTER 8), e tem o apoio do Ministério Público do Estado de São Paulo e da Secretaria de Administração do Estado de São Paulo (SAP).

Em breve mais informações
Por Mariane Dias

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS