Olímpia mantém ações de combate à dengue e sai do estado de epidemia

Diariamente, a Estância Turística de Olímpia realiza ações para combater a dengue e evitar a proliferação do mosquito. Como resultado deste trabalho de buscas ativas, visitas domiciliares, nebulizações, arrastões de limpeza e implantação de sala de hidratação, o município conseguiu reverter a situação epidêmica causada pela doença nos últimos meses.

De acordo com o setor de Vigilância Epidemiológica da secretaria de Saúde, o fim do estado de epidemia é decretado quando o número de casos esperados para um determinado período volta à normalidade, com base em situações anteriores. No município, foram analisadas as últimas quatro semanas, quando o número de casos positivos ficou abaixo da média dos anos anteriores.

Assim, para evitar a propagação da doença, o município tem reforçado também o efetivo, com a contratação de seis novos agentes de controle de Vetores, possibilitando ao setor um número de 33 profissionais, o que propicia a ampliação da quantidade de ações desempenhadas, como visitas casa a casa, bloqueios e nebulizações.

No total, somente este ano, 46.726 imóveis receberam nebulização, feita no perímetro em que foi confirmado caso positivo de dengue, e 60.634 residências passaram por bloqueio dos agentes. O município registra 5.364 mil notificações, sendo 3.634 casos positivos de dengue.

Para manter o controle da doença e ajudar no combate ao mosquito, a Saúde orienta aos moradores que adotem medidas como: manter os quintais limpos; usar repelentes; colocar areia nos vasos de plantas; manter as garrafas vazias e baldes virados para baixo.

E em caso de sintomas sugestivos de dengue como febre, dor no corpo, dor de cabeça, dores atrás dos olhos e manchas vermelhas pelo corpo, a orientação é pra que o morador procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua residência.

Da REDAÇÃO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS