Obras na BR-153 exigem atenção dos motoristas

Segundo o DNIT, a previsão é que o trecho fique interditado por pelo menos seis meses para a construção de um viaduto, que vai permitir a passagem em desnível no local. (FOTO GUILHERME BATISTA )

Mesmo com local todo sinalizado com placas e faixas, usuários da rodovia BR-153 precisam ficar atentos durante passagem pelo local. Ao todo foram destinados quase R$ 200 milhões para obras de duplicação e construções de viadutos na BR-153

Os usuários da BR-153 devem ficar atentos para circulação de trabalhadores e equipamentos durante as obras de duplicação no trevo da rodovia que dá acesso a avenida Nossa Senhora da Paz, na região Leste de Rio Preto.

“Em função das obras no trecho da rodovia, os motoristas que trafegam a BR-153 precisam ter paciência e atenção redobrada. Uma alternativa é buscar caminhos alternativos para não pegar trecho parado”(FOTO GUILHERME BATISTA)

Mesmo com o local todo sinalizado com placas e faixas, o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) alerta para atenção dos motoristas que trafegam pela rodovia Transbrasiliana, no trecho km 58, para evitar possíveis acidentes no trecho.
Segundo o DNIT, a previsão é que o trecho fique interditado por pelo menos seis meses para a construção de um viaduto, que vai permitir a passagem em desnível no local. A reportagem do DHoje esteve no local ontem e acompanhou parte dos trabalhos na BR-153. Mesmo diante das obras, a rodovia manteve o fluxo de passagem de carros, caminhões e motos.

“Em função das obras no trecho da rodovia, os motoristas que trafegam a BR-153 precisam ter paciência e atenção redobrada. Uma alternativa é buscar caminhos alternativos para não pegar trecho parado”, destacou o secretário de trânsito Amaury Hernandez.
A duplicação dos 17 quilômetros da BR-153, entre o distrito de Talhado e a cidade de Bady Bassit, prevê a construção de 14 obras de arte especiais (pontes e viadutos), num investimento total previsto de R$ 200 milhões. Das 14 obras, nove, segundo o DNIT, já estão em construção, dos quais quatro em fase final: Murchid Homsi, Augusto Signorini, Anísio Haddad e Juscelino Kubitschek. A duplicação completa, com todos os viadutos, deve ser concluída até o final de 2019.

Bem necessário
Mesmo diante do transtorno em virtude das obras no trevo da Avenida Nossa Senhora da Paz com a BR-153 (Posto da Polícia Federal), os motoristas reconhecem a necessidade da duplicação da rodovia e construção do viaduto.

Paulo Rezende Bernardes, 52 anos, utiliza o local com frequência. Para ele, o trecho era perigoso. “Vai ser uma boa essa duplicação da rodovia e a construção do viaduto, pois evitará muitos acidentes. Os motoristas precisam compreender esse momento de reforma e interdição de locais, e pensar lá na frente”, disse.

Operador de caixa de um posto de combustível, Maicon Aparecido Aguiar, 26, apontou queda de 70% no movimento dos clientes em virtude da construção. Mesmo diante do número, Aguiar ressaltou a importância do projeto. “Pensando no lado comercial, a obra prejudicou bastante o faturamento do posto. Porém, é uma obra necessária e que já estava programada há muito tempo”, alertou Maicon. Conteúdo Especial: Vinícius MAIA

 

Da REPORTAGEM

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS