O último adeus às vítimas da tragédia que abalou Rio Preto

Familiares e amigos prestam a última homenagem a Caique Costa Caciolato, morto após queda de um avião monomotor em Rio Preto (Foto: Guilherme Batista)

Familiares e amigos todos reunidos em oração para dar o último adeus a Caique Costa Caciolato, de 25 anos, e William Rayes Sakr, de 59 anos, vítimas do acidente do monomotor que caiu e matou três pessoas, na tarde da última segunda-feira, no Jardim Alto Rio Preto.

O velório de Caique teve início na madruga de ontem, e o sepultamento realizado, às 14h. Para homenagear a vítima, familiares e amigos vestiram a camiseta da loja de açaí que pertencia a Caique.

De acordo com a tia, o jovem levava alegria a todos ao redor e vivia o momento mais feliz da vida profissional. “Ele é um menino que tentou e sempre lutou. Vê-lo dentro de um caixão é muito triste. Ele estava muito feliz, ele ia me visitar em Olímpia muito feliz, ele fará muito falta”, lamenta, Dirce.

Caique almoçava todos os dias no restaurante ao lado do Espaço Philadelpho, Priscila Fabiana de Moraes, proprietária do comércio, tornou-se amiga de Caique e acompanhou a chegada do jovem empreendedor. “Eu tinha um hortifruti ali do lado e não tinha nada ali perto quando começou então a gente se tornou muito amigo, depois eu abri um self-service e ele, a mãe e a namorada. E eles foram as primeiras pessoas a me ajudarem muito, principalmente, o Caique. Eu poderia não ter outros clientes, mas quando dava o horário eles não chegaram eu ligava”, conta.

O amigo lamenta a morte precoce de Caique. “Ele era meu parceiro mesmo. Eu tinha um açaí e ele também tinha, então ele me ajudou e ajudava a todos que precisavam”, lamenta Diego Augusto.

O vereador Celso Luiz de Oliveira (Peixão) – PSB esteve presente no velório para prestar as condolências à família. “Eu tive a grata satisfação de conhecer o Caique, ele foi no meu gabinete tivemos uma conversa rápida. Ele me aparentou um menino vitorioso, cheio de idealismo e com vontade de vencer. Fica aqui meus sentimento a toda família não só dele, mas das outras vítimas também”, conta.

William Rayres Sakr foi cremado também no cemitério Jardim da Paz. Familiares e amigos também deram o último adeus à vítima.

O corpo do outro passageiro, o médico Allyson Lima dos Santos Verciano foi transferido para sua cidade natal, em Mato Grosso, onde foi enterrado.

Na tarde de ontem, profissionais do Centro de Investigação e Prevenção de Acidente Aeronáuticos (Cenipa) conseguiram remover o motor do avião de pequeno porte para fazer a perícia.

O monomotor caiu em uma residência no bairro Alto Rio Preto, na última segunda-feira. Na hora do acidente, uma pessoa estava na casa, mas não ficou ferida. As causas da queda do avião estão sendo investigadas.

Fonte: Mariane Dias – Redação jornal DHoje Interior 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS