Nutricionista recomenda compra de produtos ‘defensivos’ para merenda

Câmara votará pedido do Executivo para inclusão de transgênicos em sessão ordinária desta terça-feira (Foto: Cláudio Lahos)

Em sessão ordinária a ser realizada na tarde desta terça-feira (04), a Câmara Municipal de São José do Rio Preto recebe o secretário de Agricultura, Pedro Pezzuto, para elucidar algumas questões referentes ao pedido do Executivo sobre a flexibilização da compra de produtos transgênicos a serem utilizados na alimentação escolar.

O DHoje entrou em contato com o nutricionista Fernando Loria que comentou a respeito do assunto. Segundo ele, a OMS (Organização Mundial da Saúde) divulgou um parecer dizendo que alimentos transgênicos não oferecem risco à saúde.

“Porém existe uma Lei que prioriza a compra de alimentos para a merenda escolar de produtores participantes de programas que contemplam a Agricultura Familiar. Na minha opinião, o melhor seria comprar esses alimentos produzidos na região por pequenos produtores com o mínimo de uso de agrotóxicos ou defensivos como preferem chamar. Não é uma questão legal e sim de cuidados com as crianças”, disse.

O assunto é complexo, pois ainda há a falta de informações em relação aos alimentos transgênicos. Outro estudo, esse realizado pela Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), da nutricionista Priscilla Noll, mencionada em um artigo da Scientific Reports, do Grupo Nature, mostrou benefícios após apoio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) do Governo Federal. Para ter acesso às informações, basta acessar esse link: encurtador.com.br/abiL5.

O DHoje acompanhará a sessão da Câmara onde o assunto será discutido.

Por Ygor Andrade

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS