Novela continua e Zé Branco encontra portões do Rubro fechados

CADEADO - Mesmo com mandado, Zé Branco não assumiu a presidência ontem

Em novo capítulo, a novela sobre quem assume o comando do América teve mais um desfecho na tarde de ontem. Mesmo com a ordem judicial do juiz Marcelo Marcelo de Moraes Sabbag para José Carlos Pereira Neto, o Zé Branco, retornar a presidência do clube, os portões do estádio Benedito Teixeira estavam trancados e impediram Zé Branco de retornar o posto máximo do clube.

A oficial de justiça, Luciana Aparecida Prado de Oliveira, que acompanhou Zé Branco, chegou a telefonar para Francisco Cossati, o Chicão, funcionário do América, que estaria com as chaves do clube, mas o mesmo disse que o Rubro só volta a funcionar na próxima segunda-feira.

Na sequência, ela ligou para o atual presidente, Luiz Donizete Prieto, o Italiano, que alegou estar em Atibaia, em uma licitação, mas que hoje estaria em Rio Preto caso ela precisasse.
A partir de agora, segundo a oficial de justiça, ela solicitaria uma ordem de arrombamento para que Zé Branco possa reassumir o América, o que deve acontecer hoje.

“Estou com o mandado aqui para cumprir só que não foi possível, porque os portões estão com os cadeados e tem que ter uma ordem de arrombamento para a gente fazer isso. Então, vou informar, solicitar a ordem de arrombamento e voltar para cumprir o mandado”, explicou Luciana Aparecida, dizendo também que o despacho poderia sair até ontem, mas que hoje deve ser aplicada a ordem novamente.

“Ele (Italiano) alegou que todos estão viajando e que só na segunda-feira que o clube vai estar aberto. Como ele disse que estaria na cidade amanhã (hoje) à tarde, pode ser que o outro oficial de plantão, amanhã, consiga cumprir o mandado”, afirmou.

De acordo com Marco Polo, advogado de Zé Branco, os portões do clube fechados fazem parte de uma estratégia da atual diretoria americana para impedir a volta de Zé Branco.
“As portas fechadas são estrategicamente para frustrar a ordem judicial. Isso já era esperado, entretanto viemos em uma situação harmônica, fazer cumprir a lei de uma forma muito pacífica. Considerando que eles estão fazendo essas estratégias, nós estamos requisitando autorização para arrombamento e força policial. Acredito que nas próximas horas, no mais tardar amanhã (hoje) vamos voltar aqui para abrir os portões e colocar o Zé Branco efetivamente na presidência”, disse.

Ainda segundo o advogado, a diretoria do Rubro está tentando um agravo no Tribunal de Justiça de São Paulo para impedir a volta de Zé Branco, mas esse novo julgamento só deve ocorrer depois do dia 20. “Tem mais coisas para se esgotar esse caso. A novela não acaba aí não”, finalizou.

 

Por Marcelo SCHAFFAUSER

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS