Nota Fiscal Animal agora é automática

Todos os dias milhões de Cupons Fiscais, que poderiam ajudar entidades assistenciais a levantarem fundos, vão para o lixo. Às vezes, o valor do retorno da Nota Fiscal Paulista, para o usuário, é muito pequeno e algumas pessoas preferem abrir mão disso, em benefício de outros.

Os valores podem ser doados diretamente às ONGs. Agora, a partir do próprio celular.
No início do ano, o Governo do Estado de São Paulo lançou um aplicativo para estimular ainda mais a doação voluntária. Com o aplicativo instalado no telefone, a pessoa doa diretamente suas notas fiscais, de maneira individual e segura, podendo beneficiar a ONG preferida, sem colocar a mão no bolso.

Dhoje Interior

A novidade é que desde o dia 22 de novembro, o usuário já pode selecionar uma entidade para receber automaticamente os créditos de todas as compras que cada pessoa fizer, sem que seja preciso digitar nada – bastará apenas informar o CPF no caixa.

A regulação da Lei da Nota Fiscal Animal, de 2013, incluiu entidades de proteção animal já estavam no rol de entidades habilitadas a receberem créditos da Nota Fiscal Paulista (NFP).

De acordo com Silvana Carvalho, presidente da ONG Grupo Patas, que cuida de animais em situação de abandono, o dinheiro revertido dos cupons fiscais é essencial para manter os gastos. “Nós recebemos cerca de R$ 9 mil em outubro, dinheiro que usamos para construir um novo abrigo para cerca de 300 animais. É muito difícil depender da boa vontade dos outros, mas a gente vai conseguindo se virar”, explicou Silvana.
“Com o aplicativo, a gente vai depender da vontade das pessoas, já que as caixinhas serão retiradas dos mercados. Agora vamos ter que mudar nossa estratégia. É um dinheiro que ajuda muito e ficar sem, vai fazer muita falta”, comentou Valda Prata, presidente da ONG Fauna, que também cuida de animais abandonados.

O aplicativo
O primeiro passo é baixar e instalar o aplicativo gratuitamente. Basta buscar no Google Play ou Apple Store por “Nota Fiscal Paulista”. A seguir, tem que abrir o aplicativo e digitar o número do CPF e a mesma senha que usa para acessar o site da NFP. Caso nunca tenha se cadastrado, você pode fazê-lo em http://www.nfp.fazenda.sp.gov.br.
Uma vez conectado, o app é muito simples. A tela principal oferece links para seu saldo em créditos gerados pelas notas já cadastradas e ainda não retirados, para doações e para o “cartão NFP”, que é apenas uma confirmação de sua identidade. Em destaque aparece seu “último pedido de doação”, que deve estar em branco se você ainda não doou.

Ao lado desta tela, está a aba de doações. Clicando nela, estarão cadastradas todas as entidades às quais você já doou e o valor. A última doação feita estará lá na tela principal para facilitar uma nova doação à mesma entidade.

Finalmente, na aba de extrato, consta seu crédito disponível e todos os créditos já liberados e utilizados em semestres passados.

Como doar

Na aba de doações, toque no botão com o sinal de + para realizar uma nova doação. Pode-se escolher digitar os dados de uma nota fiscal ou escanear seu QR code. Selecione “Digitar Nota Fiscal” e imediatamente abrirá uma tela para que sejam inseridos os dados e, abaixo, a orientação “Selecione uma entidade”. Clicando ali, você pode digitar o nome, se souber, ou fazer uma busca por área de atuação ou CNPJ. Selecionando área, surge uma lista com todo tipo de entidade cadastrada – e a terceira opção é justamente Defesa e Proteção Animal, com todas as ongs aptas a receberem sua Nota Fiscal Animal.

Com isso, sua doação fica registrada no aplicativo e os créditos, quando liberados, já irão direto à entidade, sem necessidade do envio de notas ou depósito em urnas. A entidade também não terá nenhum trabalho e receberá direto em sua conta o valor liberado.

Fonte: Redação jornal DHoje Interior