Mulher acusada de tentar matar o próprio filho envenenado é absolvida

Foi absolvida da acusação de tentativa de homicídio duplamente qualificado a agente de saúde, Silviani da Silva Ribeiro Ferreira, de 48 anos. Ela envenenou a si mesma e o próprio filho para se vingar do marido.

O júri aconteceu na tarde desta terça-feira, dia 17, e durou aproximadamente três horas. Foram ouvidos uma amiga da acusada e também o filho dela, que foi a vítima.

O crime foi em março de 2015. Na época, a mulher envenenou o filho, que tinha 19 anos, e a si mesma, na casa da família, no bairro Residencial Caetano em Rio Preto. De acordo com o processo, a mulher enfrentava uma crise no casamento e tinha decidido se vingar. Ela preparou um suco e laranja e colocou veneno de rato.

Após ingeri-lo, os dois passaram mal. O filho, Thiago Ribeiro Ferreira, tentou vomitar, mas não conseguiu. Ele ligou para o pai para pedir socorro. Os dois passaram por atendimento na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Norte e foram transferidos para o Hospital de Base, onde permaneceram internados na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) por uma semana.

Após receber alta, a mulher foi encaminhada para o Hospital Bezerra de Menezes para tratar a depressão. Ela faz tratamento até hoje e respondia processo em liberdade.

Foi a doença que levou o Tribunal do Júri optar pela absolvição da mulher. A família da acusada comemorou a decisão.

O promotor de acusação, Marco Antônio Lélis, vai recorrer da decisão no Tribunal de Justiça.

Vinicius LOPES

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS