Moradores de General Salgado vão eleger novo prefeito

A troca de comando na Prefeitura de General Salgado foi determinada pelo Tribunal Regional Eleitoral

Os moradores de General Salgado, na região de Araçatuba, terão que ir às urnas, de novo, no próximo dia 6 de outubro, para escolher um novo prefeito. A medida é consequência de uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo.

Em fevereiro deste ano, o TRE cassou o mandato do prefeito Leandro Rogério de Oliveira, e do seu vice, Paulo César de Almeida (PR), por compra de votos.

Nas eleições de 2016, Leandro entregou combustível a eleitores em troca de voto durante a campanha. Uma liminar, que mantinha os dois no cargo, foi revogada pela Justiça depois da condenação em segunda instância.

Atualmente, a Prefeitura de General Salgado está sob o comando do presidente da Câmara, Adriano Eugênio Barbosa.

ASSESSOR PRESO

No dia 2 de agosto, um assessor da prefeitura foi preso após ter a prisão preventiva decretada pela 1ª Vara da Justiça Federal de Jales, a pedido do Ministério Público e Polícia Federal.

Segundo o Ministério Público Federal, as investigações apontaram que ele teria ameaçado testemunhas que iriam depor contra o prefeito da cidade, Leandro Rogério de Oliveira, no processo de compra de votos.

Ainda de acordo com o MPF, o assessor ainda teria oferecido cargos na prefeitura ou dinheiro em troca de que testemunhas omitissem ou mentissem em seus depoimentos à Justiça.

Por Vinicius LOPES

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS