Ministério da Educação confirma adiamento do Enem

O Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) confirmaram nesta quarta-feira (20) o adiamento do Enem 2020 para uma data de 30 a 60 dias em relação ao previsto no edital. O anúncio aconteceu depois de uma enquete pela internet, em que os candidatos inscritos poderiam decidir a data que o exame seria realizado.

Inicialmente as provas estavam previstas para os dia 1 e 8 de novembro na versão impressa, e 22 e 29 de novembro na versão digital. Após enfrentar questionamentos judiciais, o Senado aprovou o adiamento. As novas datas ainda não foram divulgadas.

Dhoje Interior

O ministro da educação, Abraham Weintraub, já havia admitido a possibilidade de adiar a prova pelas redes sociais. Em sua conta no Twitter, ele informa que a decisão ocorre “diante dos recentes acontecimentos no Congresso” e após conversas com líderes do centrão.

Da Redação