Mesmo com chuva, sensação de calor deve continuar no fim de semana

CAlor - Chuva deve amenizar o calor, mas temperaturas continuam altas

De acordo com a Defesa Civil de Rio Preto, seguindo a avaliação meteorológica do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos – CPTEC/INPE, a previsão, após 19 dias de intenso calor e temperaturas altas, é de chuva para o fim de semana.

Diretor da Defesa Civil de Rio Preto, coronel Carlos André Medeiros Lamin afirmou que amanhã, depois de 19 dias de estiagem, já que a última chuva registrada na cidade ocorreu dia 2 de outubro, existe a probabilidade de 80% de chuva.

“Serão pancadas durante o dia, mas de curta duração. No domingo, o dia deve ser mais nublado que o sábado, e a probabilidade aumenta para 90%, também com pancadas de chuva”, afirmou o coronel.

A previsão ainda mostra que na próxima segunda-feira, o céu deve continuar nublado, com 80% de chances de chuva. Na terça-feira, a probabilidade volta a cair para apenas 5%.

Segundo a Defesa Civil não é necessário fazer nenhum alerta para a população. E, além da chuva, a temperatura também deve cair em torno de cinco graus, ficando na casa dos 31º e 32º graus.

Quem comemorou a novidade foram os rio-pretenses, que vem enfrentando dias difíceis com o calor. “Tá difícil. Está muito quente. Estou tomando muito líquido e, como estou fazendo regime, já perdi 16 kg com esse calor todo. No meu apartamento faz muito calor também, estou deixando as janelas abertas durante o dia para ver se ameniza”, afirmou André Falquete, 43 anos, empresário, que agradeceu ao céu quando soube que a previsão é de chuva para o fim de semana.

“Que benção de Deus. Vou até fazer um churrasco para comemorar”, brincou o empresário.

Outro que vem reclamando do calor é o empresário Luís Felipe Scabin, 25 anos. “Está parecendo o inferno Muito quente mesmo. Agora que fiquei sabendo dessa chuva deu até um alívio. Uma maravilha mesmo”, disse Luís Felipe, que não se importa da chuva atrapalhar o novo negócio que deve abrir na próxima semana.

“Será uma benção mesmo. Mesmo que atrapalhe eu prefiro que chova para a melhora da nossa saúde”, finalizou.

 

Por Marcelo SCHAFFAUSER

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS