Mercado Pet dribla a crise e Brasil é o 3º maior do mundo em faturamento

O país representa a segunda maior população mundial de cães, gatos e aves.

Os animais de estimação cada vez mais estão sendo considerados como membros da família ou filhos para seus donos. No Brasil, 44,3% dos domicílios possuem pelo menos um cachorro e 17,7%, um gato, aponta o IBGE em pesquisa feita no ano de 2013. A população de pets no país vem em constante crescimento, colocando o Brasil entre os primeiros nesse ramo e fazendo com que o mercado consiga faturar mesmo diante da crise.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), somente em 2017 o Brasil faturou um total de R$20,3 bilhões entre equipamentos, acessórios, produtos de higiene e beleza animal.

Buscando agradar esse público, destaca-se a Natural Pet que há mais de dezoito anos no mercado desenvolve cosméticos e produtos de higiene destinados a cães e gatos, seja para cuidados diários ou para uso veterinário.

A empresa que cresceu 7% em relação ao ano de 2017 para 2018, produz itens diferenciados com matéria prima natural, indicados para todos os tipos de raças, filhotes e adultos, proporcionando beleza, higiene e segurança para os animais e seus donos.

Da REDAÇÃO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS