Menina de 4 anos afirma ter sido agredida a socos pelo pai

Uma operadora de caixa de 27 anos procurou a Polícia Civil para denunciar que o ex-marido, de 56 anos, agrediu a filha deles, de 4 anos. O caso de violência foi registrado no domingo (9).

Segundo o boletim de ocorrência, o filho do ex-marido é quem foi buscar a criança, no sábado (8), em razão de uma medida protetiva que determina que o homem não pode se aproximar da ex-mulher. A criança passou o sábado com o pai.

Dhoje Interior

A mãe da menina contou à polícia, que por volta das 23h40, o ex-marido ligou, aparentemente embriagado, e disse que estava indo levar a criança de volta para casa. Segundo a operadora de caixa, ele deixou a filha em frente de casa, quase uma hora depois, empurrou a menina e foi embora. A mãe encontrou a filha chorando muito e notou lesões em seu rosto.

A criança contou à mãe que o pai desferiu socos em seu rosto. O motivo seria que a filha teria mentido a ele. A criança foi levada até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Norte, medicada e submetida a exame de corpo de delito.

A operadora de caixa afirma que manteve união estável com o pai da criança por cerca de cinco anos e que, atualmente, há uma disputa judicial pela guarda da menina. Atualmente ela é responsável pela criança. Também relatou que desde a separação, há um ano, o pai, até este final de semana, nunca quis ver a criança.

Registrado como lesão corporal e violência doméstica, o caso será investigado pelo 3º Distrito Policial.

Tatiana PIRES – Redação Jornal DHoje Interior