Médica de Rio Preto é presa pela PF na Operação Vagatomia

Com a presa, foram apreendidos R$ 33 mil em espécie, um aparelho de celular e outros documentos, entre eles um recibo de depósito em dinheiro (Foto: Polícia Federal)

A Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira, dia 13, uma médica, de 43 anos, em um condomínio residencial de Rio Preto. A ação foi durante cumprimento de um mandado de prisão preventiva expedida pela Justiça Federal de Jales.

A médica Andrea Santos Sousa Soares é casada com o médico riopretense, Frank Soares, de 45 anos, que também foi preso preventivamente durante a Operação Vagatomia, que investiga um grande esquema de fraudes no Fies, Prouni e na prova do Revalida, além de venda de vagas no curso de medicina no campus da Universidade Brasil, em Fernandópolis. Ele está no CDP 3 (Centro de Detenção Provisória) de Pinheiros, em São Paulo.

De acordo com a PF, eles são donos de empresas investigadas que oferecem cursos de complementação a alunos de medicina formados no exterior, que sejam aprovação no exame Revalida para atuarem como médicos no Brasil.

Assim como o seu marido, a médica também é investigada na operação, mas encontrava-se em liberdade cumprindo medidas cautelares determinadas pela Justiça Federal. Ainda segundo a Polícia Federal, a médica em liberdade estaria prejudicando as investigações e descumprindo ordens determinadas pela Justiça.

Além da prisão, foi cumprida também uma ordem de busca e apreensão na sua casa. No local, os policiais federais apreenderam R$ 33 mil em espécie, um aparelho celular e outros documentos, entre eles, um recibo de depósito em dinheiro que demonstra movimentação de quantias elevadas em contas correntes em nome de terceiros.

Dois carros de luxo localizados na residência da médica também serão relacionados pela PF, para encaminhar os dados à Justiça Federal.

A médica presa foi escoltada por policiais federais até a sede da Polícia Federal de Jales, onde foi interrogada. Ela foi encaminhada para uma cadeia feminina na região.

Vinicius LOPES

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS