Mecânico é preso após espancar duas mulheres, danificar carro e tentar agredir e desarmar pm

O mecânico J.E.B., 32, residente no Jardim Castelinho, foi preso em flagrante por policiais militares, na madrugada de hoje, após agredir a ex-companheira P.S., 34, vendedora, e a estudante G.F.P., 21, que se encontrava no imóvel da outra vítima, danificar um carro que estava na garagem, avançar com um automóvel contra o portão da casa, resistir à prisão e tentar desarmar o cabo Vasconcelos.

A PM foi acionada por vizinhos, que ouviram os gritos de P. e as ameaças de morte de B. Segundo P., o acusado passou em sua residência e deixou o local por causa de ciúmes, retornando em seguida bastante alterado.

Ao ser impedido de entrar, ele teria invadido a casa e passado a desferir socos e chutes na ex-companheira, além de puxar seus cabelos e jogá-la no chão, atirando vários objetos sobre ela.

  1. levou tapas e puxões de cabelo, além de ser ferida com diversos objetos, que foram jogados pelo mecânico em sua direção. A estudante conseguiu fugir do agressor e se esconder na casa ao lado, onde aguardou a chegada da PM.

Ao sair da casa, P. foi seguida por B. que deu ré e acelerou o carro para atingi-la. A vendedora correu para o interior da residência e o automóvel acertou o portão da frente do imóvel, danificando-o.

Os pms deram voz de prisão ao acusado, mas ele se recusou a obedecer, tentando agredir e tirar a arma do cabo Vasconcelos. Na Central de Flagrantes, o mecânico foi indiciado por lesão corporal, violência doméstica, dano, resistência e ameaça, sendo encaminhado à carceragem da DIG, onde aguardará decisão judicial.

Por Daniele JAMMAL

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS