MAIS FÉRTIL: Dúvidas nos tratamentos de reprodução assistida

1- Ao realizar um tratamento de reprodução assistida (FIV) terei sucesso na primeira tentativa?
As chances de sucesso nos tratamentos de reprodução assistida giram em torno de 30% a 40% por tentativa. Existem vários fatores que influenciam essas taxas de gravidez, dentre eles podemos citar a idade da paciente, a causa da infertilidade, o tipo de protocolo utilizado para a FIV, entre outros. Portanto, antes de estimarmos as chances de uma fertilização in vitro bem sucedida, precisamos considerar todos esses fatores.

2- O que pode mudar em uma segunda tentativa de sucesso nos tratamentos de reprodução assistida?
Uma primeira tentativa de FIV sem sucesso não significa que você não possa engravidar, mas sim que poderá ser necessário mudar a estratégia de seu estímulo hormonal ou o procedimento de fecundação e desenvolvimento do óvulo.

3- Os medicamentos que usamos para o preparo da FIV engordam?
Não. Entretanto, uma proporção das mulheres submetidas ao tratamento acaba aumentando a ingestão de alimentos como uma forma de compensação pelo estresse associado ao mesmo. Entretanto, outras acabam comendo menos pelo mesmo motivo e não é incomum observar mulheres perdendo peso.

4- A rotina da mulher deve ser alterada durante o tratamento ou ela pode ter uma rotina normal?
A rotina deve ser seguida normalmente, sendo recomendado que neste período a mulher não pratique atividades físicas de impacto, como a musculação e a corrida.

5- Quantos embriões devo transferir?
Esta decisão deve ser pensada e discutida com seu médico, além disso, alguns fatores devem ser levados em consideração como, por exemplo, a qualidade dos embriões, a idade da paciente, entre outros. O Conselho Federal de Medicina determina um limite de embriões a ser transferido de acordo com a idade da paciente, se a coleta dos óvulos foi realizada até os 35 anos de idade a mulher poderá transferir até 2 embriões; de 36 a 39 anos até 3 embriões e 40 anos ou mais até 4 embriões.

6- Qual a probabilidade de ter gêmeos?
Ao transferir apenas um embrião a probabilidade de engravidar de gêmeos é menor que 1%. Ao se transferir dois embriões esta probabilidade irá depender principalmente da idade da mulher e será em média de 30% em mulheres com menos de 30 anos e menor que 10% em mulheres após os 40 anos.

7- Os riscos que podem ocorrer na gravidez com fertilização in vitro são os mesmos da gravidez tradicional?
Sim, tanto na gravidez tradicional como na gestação realizada pelo método de fertilização in vitro, os riscos são os mesmos. Existe apenas uma diferença quanto ao uso de hormônios necessários nos casos de FIV como suporte nas primeiras doze semanas, o que normalmente não ocorre em gestações naturais. Após esse período, a gestação ocorre naturalmente.

8- Quanto tempo esperar para captar óvulos depois de vacinar contra sarampo? Prejudica algo na indução, captação ou transferência? Até quanto tempo antes da FIV posso atualizar minhas vacinas?
Sugere-se aguardar 30 dias entre a vacinação para sarampo e a transferência de embriões. Os outros procedimentos podem ser realizados normalmente.
Por Luiz Fernando Gonçalves Borges – médico ginecologista e obstetra, pós-graduado em Reprodução Humana.