Justiça Federal condenou namorado fabricante de dinheiro em Fernandópolis

ARQUIVO/DHOJE/POLÍCIA MILITAR: Na casa do casal a Polícia encontrou matéria prima que seria usada para colocar mais dinheiro falso no mercado.

Jovem de 19 anos que fabricava dinheiro na residência dele em Fernandópolis, há 116 km de Rio Preto, foi condenado a cinco anos e dois meses de prisão na 1º Vara Federal de Jales. A sentença assinada em dezembro do ano passado pela Juíza substituta, Lorena Sousa Costa, foi publicada nesta segunda feira (15).

“Observo que o réu agiu com culpabilidade superior à espécie em face da grande quantidade de notas falsificadas encontradas, que certamente se introduzidas no mercado, prejudicariam grande número de pessoas”. Escreveu a magistrada na sentença.

Ministério Público Federal apresentou a denúncia, depois que o réu ter sido preso por policiais militares, em Fernandópolis, com uma adolescente de 16 anos, em setembro do ano passado, com mais de R$ 8 mil em cédulas falsas, eram 443 notas de R$ 20 dentro de uma sacola. Na casa dele foi encontrado uma impressora a laser e computador, além de matéria prima que seria utilizada para imprimir mais dinheiro falso.

Por ser menor de idade a namorada tentou assumir o crime no lugar do companheiro, que estava foragido da Justiça de Mato Grosso do Sul e usava um nome falso, ele também é suspeito de envolvimento em um latrocínio no Estado.

Rapaz que já estava preso, vai cumprir a pena por falsificação de moeda e corrupção de menor em regime fechado. A decisão cabe recurso pela defesa do condenado. Ministério Público já recorreu no sentido de aumentar a pena.

DA REPORTAGEM:

Colaborou: Guilherme Ramos, às 19h57.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS