Justiça determina internação de adolescentes que mataram jovem a facadas

Ainda era possível ver manchas de sangue no local do crime nesta quinta-feira (13) (Foto: Claudio Lahos)

O juiz da Vara da Infância e Juventude de Rio Preto, Evandro Pelarin, determinou a internação dos três adolescentes apreendidos por matar um jovem, de 22 anos, com 40 golpes de faca. A decisão foi tomada na tarde desta quinta-feira (13).

O pedido pela internação na Fundação Casa foi feito pela Promotoria da Infância e Juventude, que ouviu os dois garotos, de 15 e 17 anos, e da adolescente, de 17 anos, no período da manhã.

Dhoje Interior

De acordo com o Pelarin, os adolescentes devem ser encaminhados para a Fundação Casa, enquanto aguardam o julgamento. O processo deve ser julgado no prazo máximo de 45 dias.

O CRIME

De acordo com a Polícia Civil, o trio atraiu a vítima para uma armadilha tendo a garota como ‘isca’. Ela teria se insinuado para o rapaz, simulando interesse em um encontro amoroso e, em seguida, os dois adolescentes passaram a esfaquear Richard. O crime foi na noite desta quarta-feira (12), no bairro Jardim Maracanã.

Em depoimento na Central de Flagrantes, os suspeitos, que não tinham passagem anterior pela polícia, confessaram o assassinato. Eles alegaram que a vítima furtou uma blusa de frio do adolescente mais velho e por isso acabou sendo morta.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado para atender o caso inicialmente registrado como de atropelamento, mas ao chegar no local dos fatos encontraram a vítima com perfurações de faca.

A Polícia Militar percebeu rastro de sangue que ia do lugar onde o corpo estava até a casa do menor mais jovem, há poucos metros de distância, e ao entrar no imóvel encontrou roupas manchadas de sangue, duas porções de drogas (sendo uma de maconha e outra de cocaína) e uma caderneta com anotações.

A mãe do infrator informou que o filho e a namorada, que é de Catanduva, tinham ido levar um colega até o ponto de ônibus e a PM foi atrás do casal, encontrando-os no cruzamento da Estrada Boiadeira com a avenida Juscelino Kubistchek. Em seguida, detiveram o terceiro envolvido no crime em sua casa, no Jardim Fuscaldo.