Julho registra menor número de casos de dengue no ano

A Secretaria de Saúde de Rio Preto divulgou os números de casos de dengue registrados durante o mês de julho e contabilizou o menor índice deste ano. Foram 11 casos confirmados, além de outros quatro casos descartados. O número vem decaindo mês a mês, desde fevereiro, quando o município diagnosticou 1.650 casos.

No total acumulado de 2020, a cidade conta 5.594 casos confirmados. Outros 1.159 casos seguem em investigação. Os números representam uma grande queda em relação ao ano passado, quando Rio Preto bateu recordes de casos de dengue. Em julho de 2019, o município contava com 424 novos casos registrados e um acumulado de 31.963 casos.

Dhoje Interior

A expectativa é de que os casos sigam com números baixos durante todo o segundo semestre. “A curva tende cair neste período por conta da falta de chuvas e o clima mais frio, mas não podemos relaxar. A recomendação é que as pessoas sempre fiquem de olho na parte externa da casa, vasos e ralos para evitar que os mosquitos coloquem os ovos”, explicou o gerente da Vigilância Ambiental, Luiz Feboli Filho, no início do semestre.

Com relação ao número de óbitos, Rio Preto não contabilizou nenhuma morte neste mês. A última foi registrada em maio. No total, são quatro óbitos desde o começo do ano. Outro fator que chama atenção é de que apenas 1,89% dos casos foram classificados com sinais de alarme e 0,07% foram considerados graves.

A Saúde ainda mapeou os casos por bairro no município. Estoril (466), São Francisco (422), São Deocleciano (403), Centro (377) e Jaguaré apresentam os maiores índices. Já Talhado (23), Gonzaga de Campos (35), Parque Cidadania (42), Lealdade e Amizade (52) e Renascer (90) foram os que tiveram os menores números.

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior