Julho Amarelo – Mês da conscientização sobre as Hepatites Virais

O dia 28 de julho foi instituído pela Organização Pan Americana da Saúde como o dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais. Visando conscientizar a população sobre a importância da prevenção, diagnóstico e tratamento das Hepatites, este mês foi denominado “julho amarelo”.

Segundo a médica infectologista da clínica Pronto Saúde, Juliana Olsen Rodrigues, as hepatites virais são doenças infectocontagiosas que acometem o fígado. As Hepatites B e C podem evoluir para a forma crônica. A evolução da doença acontece de forma “silenciosa”, ou seja, sem manifestar sintomas durante muitos anos. Os sintomas só aparecem na fase mais avançada, já com a manifestação de cirrose e câncer hepático. Já para Hepatite C não há vacina e a principal forma de transmissão é pelo sangue. Até antes de 1993 não eram realizados os testes para Hepatite C. Pessoas que receberam transfusão de sangue ou fizeram hemodiálise antes dessa data podem ter sido infectadas pelo vírus.

Dhoje Interior

O problema é saber quem tem a doença. Atualmente, o Ministério da Saúde estima que existam 1,7 milhões de brasileiros portadores do vírus da hepatite C e 756 mil portadores do vírus da hepatite B – muitos destes não sabem que têm a doença. Por isso, a realização de testes em toda a população é fundamental para o diagnóstico precoce.

Da REDAÇÃO