Judocas treinam para o exame de faixa

Assim como um estudante se prepara a vida inteira para participar dos vestibulares, os praticantes de judô também passam por um teste durante a sua jornada de aprendizado. Se trata do exame de faixa, um sistema criado para determinar a graduação de um aluno dentro da modalidade. Nesta segunda-feira (11) e terça-feira (12), a partir das 19h, alguns judocas terão a chance de mudar de faixa em um exame que será realizado no Colégio Ateneu.

“O teste exige que o aluno aplique uma sequência de golpes, e caso seja bem sucedido, ele será premiado com a cor da faixa correspondente”, explica o sensei Leo Mansor, que é capacitado pela Federação Paulista de Judô para fazer a avaliação. Ao todo são nove cores diferentes de faixas, que representam o aprendizado do judoca na seguinte sequência: branca, cinza (exclusiva para crianças), azul, amarela, laranja, verde, roxa, marrom e preta.

O judô é uma das artes marciais mais populares do mundo e atrai praticantes de diversas faixas etárias. É o caso do Brunno Setuval Trelha, de 38 anos, que acabou se interessando pelo judô após levar os filhos Yago da Silva Trelha, 6 anos, e Brayan da Silva Trelha, 10 anos, para os treinos. “Comecei a praticar há três meses e estou gostando muito. Vou participar do meu primeiro exame para passar para faixa azul e estou bem ansioso”, comentou. Não só o pai será avaliado, mas também os filhos. Yago fará o exame para faixa cinza e Brayan para a faixa azul.

O sensei Leo Mansor ainda deu dicas para os alunos. “Faz parte do ser humano ficar ansioso quando vai passar por um momento de provação. Mas o segredo é ter tranquilidade e colocar prática o que eles aprenderam durante as aulas”, comentou. Para os que desejam assistir, o exame é aberto ao público.

Vinicius Lima

 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS