Jovem acusada de roubar e matar próprio pai é condenada a 45 anos de prisão

Câmera de segurança registra o momento que Nayara Nyderia Rocha Alonso sai da chácara carregando uma televisão

 

Uma jovem, de 27 anos, foi condenada a 45 anos de prisão em regime fechado por latrocínio. Ela foi acusada de roubar e matar o próprio pai, em Mirassol, em dezembro do ano passado. O julgamento foi realizada na última sexta-feira, dia 20, porém, a decisão só foi divulgada na nesta quarta-feira, dia 25, pelo Tribunal de Justiça.

Dhoje Interior

O crime foi no dia 19 de dezembro. Nayara Nyderia Rocha Alonso foi até a chácara do pai, Nelson Clóvis Alonso, no bairro Bela Vista, para pedir dinheiro empresado. O homem não cedeu ao pedido e ela aproveitou que ele estava deitado e o golpeou diversas vezes seguidas com talhadeira.

Câmeras de segurança registraram a jovem chegando em uma bicicleta na casa do pai e, minutos depois, saindo carregando a televisão. Ela vendeu o aparelho por R$ 10 para comprar drogas. Nayara foi presa dias depois e confessou o latrocínio.

Durante o julgamento, a defesa da jovem pediu para que fosse apreciado um pedido de exame de dependência toxicológica, mas foi negado pelo juiz Senivaldo dos Reis Júnior.

Ela foi reencaminhada para a penitenciária de Tupi Paulista, onde estava presa desde o crime. Ainda cabe recurso da decisão.

Vinicius LOPES