Irmãos rio-pretenses mantém viva a tradição da Folia de Reis

Dioraci mostra a máscara de um folião recebida de uma companhia de reis de Potirendaba

Dois irmãos unidos por uma tradição familiar, que começou há 60 anos com os pais, ajudam a manter viva a celebração da tradicional Folia de Reis em Rio Preto, que antigamente era algo comum na cultura popular. A manifestação cultural religiosa é tida como folclore no país, sendo comemorada no dia 6 de janeiro, Dia dos Três Reis Magos ou da Folia de Reis.

Na família rio-pretense o costume de celebrar o dia 6 de janeiro começou quando o pai de Dioraci Rodrigues de Oliveira, de 66 anos, fez uma intenção a Santos Reis para que o filho, na época com apenas um ano fosse curado de uma doença. “O médico tinha me desenganado por Mal de Simioto e pneumonia. Naquela época não tinha tanto médico, era mais benzeção. Meu pai fez a promessa pra Santos Reis e graças a Deus eu estou aqui”, disse seo Dioraci.

Com o falecimento dos pais, o pedido em comum que fizeram fosse para que os filhos Dioraci e Iraci continuassem com as comemorações de Santos Reis para que recebessem as companhias. Atualmente Dioraci, que é pedreiro aposentado construiu a própria capela de Santos Reis em uma edícula na própria residência, no bairro Eldorado, e conta com a ajuda da esposa e do filho para realizar a festa, que ele já faz há 12 anos.

A primeira edição foi realizada na garagem de casa. Hoje tem uma capela construída na própria residência e o altar já conta com cerca de 50 imagens de santos, que seo Dioraci se orgulha em dizer que são todas resinadas. Ele afirma que antigamente os pais costumavam receber de cinco a seis companhias, mas que agora devido à escassez de foliões, atualmente recebe três companhias rio-pretenses, a Tradição de Família; Luz do Oriente e Estrela da Guia. Para este ano serão oferecidos aos foliões e convidados almoço, refrigerante e quitutes como bolos, pipoca e cachorro quente. Devido à data cair no final de semana são esperados mais de 800 pessoas, público que foi recebido no ano passado. “Folia de Reis é tudo para mim. Se não fosse Santos Reis eu não estaria vivo. A promessa do meu pai valeu”, ressaltou.

A irmã, Iraci Rodrigues de Oliveira de 63 anos, também cede um espaço na própria residência, no bairro Boa Vista, para receber uma companhia de reis e celebrar o dia. Como promessa todo ano ela doa um bolo de 30 quilos e já faz 21 anos que ela ajuda a manter viva essa tradição. “Enquanto eu estiver viva eu vou fazer. Todo ano dia 6, não importa o dia da semana, a gente faz. A minha promessa é doar 30 quilos de bolo, 600 cachorros-quentes e refrigerante”, disse Iraci.

Serviço

Folia de Reis do Dioraci

A partir do meio dia, deste sábado.

Rua Santana do Parnaíba, 2287, bairro Eldorado.

Folia de Reis da Iraci

A partir das 16h, deste sábado.

Rua São João, 2026, bairro Boa Vista.

 

Por Priscila CARVALHO

SEM COMENTÁRIOS