Ilha Solteira: filho de prefeito preso assume Prefeitura como interino

Câmara de Ilha Solteira aprova pedido de licença (Foto/Ilha de Notícias)

O vice-prefeito eleito de Ilha Solteira, Otávio Gomes (DEM) é o novo prefeito interino da cidade desde ontem. Filho do candidato eleito pelo Partido Progressista (PP), Edson Gomes, Otávio assumiu a prefeitura oficialmente depois de 15 dias à frente do Município, no lugar do pai, preso desde o dia 28 de março.

Otávio substituirá o pai, como prefeito interino, por um período de até seis meses. A brecha foi graças a um pedido de afastamento feito por Edson e aprovado pela Câmara Municipal, na última segunda-feira, por cinco votos a quatro. Esse pedido pode ser renovado por mais meses, com a aprovação do Legislativo. Com essa maioria na Câmara, Edson ganha tempo para brigar na Justiça e ainda assumir a Prefeitura.

Prisão

Edson Gomes (PP) foi preso no dia 28 de abril, quando foi diplomado como prefeito de Ilha Solteira para assumir o cargo. No mesmo dia, um mandado de prisão do Ministério Público (MP), que o acusa de fraudar licitações no seu último governo, foi cumprido pela Polícia Civil.

No mesmo dia, a defesa do prefeito eleito foi informada de que além do mandado de prisão da promotoria havia outro mandado de prisão contra Edson pela Justiça, por conta de irregularidades relacionadas à compras de equipamentos também durante sua última administração.

Para se ver livre da prisão, agora Edson precisa de dois habeas corpus que estão nas mãos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Enquanto isso, Edson continua preso Centro de Ressocialização de Araçatuba.

Por Francela PINHEIRO

SEM COMENTÁRIOS