Horta Municipal em Schmitt tem primeira colheita de verduras

Horta no Asilo de Eng. Schmitt. 29/05/18. Fotos: Ivan Feitosa/SMCS.

As famílias e entidades assistenciais atendidas pelo Banco de Alimentos de Rio Preto receberam pela primeira vez, na semana passada, verduras frescas vindas da Horta Municipal, instalada em Schmitt. Na última quarta-feira (30), a equipe da Secretaria de Agricultura e Abastecimento havia realizado a colheita de rúcula e couve, que resultou em 500 kits de verduras.

“Quando iniciamos a Horta, no ano passado, o terreno era desfavorável. Fizemos a limpeza, a análise e preparo do solo, adquirimos as mudas e fizemos a adubação orgânica”, conta o chefe de gabinete da secretaria, Paulo Henrique Cardozo, sobre o nascimento do projeto.

A Horta Municipal tem 2 mil m2 de área plantada, com capacidade de produção de 15 toneladas de alimentos a cada seis meses. No momento, estão sendo cultivados cebolinha, salsinha, rúcula e couve, além de 80 mudas de maracujá, plantadas junto à cerca que delimita o local.

“Há poucos dias, plantamos 4 mil pés de brócolis, que deverão estar prontos para colher em meados de agosto. Também estamos preparando a terra para logo plantar 2 mil pés de abobrinha paulista”, adianta Cardozo.

O projeto da Horta conta com parceria da Patrulha Agrícola da Subprefeitura de Schmitt e do Asilo do distrito, de onde vem a água para irrigação da terra. Para isso, um sistema inovador foi implantado.

“É uma tecnologia israelense, de baixo custo, que usa uma mangueira com chips a cada 30 centímetros ao longo de sua extensão. Eles são programados para gotejar 2,4lts/hora água direto na raiz da planta. É o suficiente para ela se desenvolver, com uso racional de água, de forma sustentável, sem qualquer desperdício”, destaca.

Toda a produção da Horta Municipal em Schmitt é encaminhada ao Banco Municipal de Alimentos, que faz a triagem, a montagem de cestas de alimentos e a distribuição para pessoas e instituições que atendem a população em situação de vulnerabilidade social cadastradas na rede de assistência social do município.

 

Da REPORTAGEM

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS