Homens conseguiam mercadorias, não pagavam e revendiam pela metade do preço

Cinco pessoas foram detidas, na noite desta quinta-feira (24) no bairro Quinta das Paineiras, e em Rio Preto. Os suspeitos eram das cidades de Bauru, Tupi Paulista e Presidente Prudente.

Segundo o boletim de ocorrência, a policia estava fazendo patrulhamento de rotina, quando se deparou com quatros carro estacionados em frente a um barracão. Suspeitando a movimentação e barulho do local, fizeram a abordagem.

No local, J.A atendeu os policias que ao ser questionado, começou a demonstrar nervosismo, assim como os companheiros que estavam atrás. Ao notaram que no local havia várias mercadorias para entregar, os policias questionaram J.A, que confessou que comprava a mercadoria de um faturista, que repassava os produtos pela metade do preço que havia pagado.

J.A alegou também que as outras pessoas que estavam no local eram funcionários do faturista e estavam lá para ajudar a carregar as mercadorias. O caminhão que estava no local era fretado por J.A.

A principio, o suspeito alegou que as mercadorias eram todas adquiridas em nome de uma empresa, cujo responsável trata-se de um “laranja”, nome dado para referir a alguém que “empresta” o nome para ocultar o destino do dinheiro ganho.

Questionado sobre a localização do faturista, J.A informou aos policias que ele estaria em um hotel próximo à rodovia BR 153. No local, o faturista confirmou que era gerente da empresa e que revendia os produtos pela metade do preço pago e que tinha lucro quando não fazia os pagamentos dos boletos.  Confessou também que todos os veículos usados eram alugados e também não seriam pagos.

Os envolvidos foram encaminhados até a Central de Flagrantes e liberados após serem ouvidos, exceto um dos suspeitos, que estava sendo procurado pela justiça.

De acordo com o Capitão da Policia Militar Marcelo Lessa “Agora que o boletim foi registrado, a policia civil vai instaurar um inquérito policial pra investigar o caso”, afirma o capitão (Colaborou: Leo BIGOTTO CARON)

Da Reportagem

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS