Homem sofre sequestro relâmpago na Av. Alberto Andaló

Criança citou “tio da escola” e pedia para não vê-lo - Foto: Claudio Lahos / DHoje

Um homem de 34 anos, funcionário de uma empresa de tecnologia de fora da cidade, foi vítima de um sequestro relâmpago na noite da última quinta-feira (12), na Avenida Alberto Andaló, quando esperava o semáforo ser liberado.

Segundo ele, que não é morador de Rio Preto, dois homens entraram no carro da empresa que ele utilizava. Um deles, braço de cabelos escuros que aparentava ter 40 anos e o outro, de boné e que aparentava ter 29 anos e que tinha sinais de machucado no rosto, como se tivesse se envolvido em uma briga.

Dhoje Interior

A vítima disse que foi imobilizada e amarrada, sendo jogada na caçamba do carro. Ele diz ainda que ficou amarrado por cerca de quatro horas enquanto rodavam se destino. Após esse período, ele foi jogado em uma região de mata, longe da cidade. Ao amanhecer, a vítima foi ouvida por um homem que passava pelo local e o desamarrou.

No boletim de ocorrências, a vítima relata que andou por cerca de seis horas até chegar ao hotel onde estava hospedado e acionou a Polícia Militar.

Da vítima, além do veículo, os bandidos levaram a quantia de R$ 150,00 e um smartphone.

A empresa registrou boletim de ocorrência de desaparecimento de pessoa em Santana do Parnaíba – SP, informando que o carro foi encontrado em Frutal, Minas Gerais.

A vítima apresentava ferimentos no pulso devido as amarras e dores na costela por ter recebido um soco quando foi abordado.

A Polícia Civil continua investigando o caso.

Por Ygor ANDRADE