Homem é preso por estuprar e manter mulher em cárcere privado

Foto: Divulgação/Polícia Militar

Um homem foi preso na noite do domingo (25) pela Polícia Militar de Paranapuã, região de Jales, por estuprar e manter uma mulher em cárcere privado.

Segundo o registro, os policiais foram acionados por meio de uma denúncia e com o apoio das equipes de Mesópolis, foram até o local, na avenida Antonio Castilhere.

De acordo com a denúncia, era possível ouvir na casa os gritos de pedido de socorro e também o choro da mulher. Após cercarem a residência, que estava com a porta fechada e com as luzes apagadas, os policiais tentaram estabelecer contato através de uma janela. Ao mencionarem que eram policiais militares, a mulher correu em direção da janela da cozinha e pediu ajuda desesperadamente, gritando aos militares que o individuo iria matá-la.

Em seguida, as luzes foram acesas e os policiais visualizaram o homem com um facão e uma faca em mãos. Foi iniciada uma breve conversa com o agressor com o intuito de convencê-lo a abrir a porta e soltar a vítima, mas o suspeito se mostrou irredutível.

Então, a polícia precisou arrombar a porta da cozinha para retirar a mulher da casa. Logo após, as equipes desarmaram, imobilizaram e algemaram o agressor.

De acordo com o relato da vítima, o homem a mantinha em cárcere privado para que ela mantivesse relações sexuais com ele sem o seu consentimento, sob ameaças de morte e agressões físicas. A mulher disse também que havia sido estuprada naquele dia.

O homem foi preso pelos crimes de estupro, cárcere privado, lesão corporal e crimes da lei “Maria da Penha”, e recolhido à cadeia de Jales, onde permanece à disposição da Justiça.

Da REPORTAGEM

(Colaborou Arthur AVILA)

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS