Hoje, segunda e última fase do Enem

Foto Divulgação

Os estudantes já realizaram as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias e Redação. Agora, eles voltam aos locais de prova para frealizar os exames de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias.

Neste domingo (11), os 5,5 milhões de candidatos podem realizar as provas do segundo dia do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Como no primeiro dia, as orientações são que os candidatos cheguem com antecedência e não deixem para sair de casa de última hora, pois, como todos os anos, existe a possibilidade dos estudantes enfrentarem trânsito nas principais avenidas de Rio Preto.

Francis Augusto Alvaceta , professor de física, comenta que uma das grande questões da prova do Enem, principalmente nessa segunda fase, é saber administra o tempo. “O tempo é crucial. A maior parte dos alunos não consegue terminar esse segundo dia de prova, tanto que o Enem aumentou em trinta minutos a duração da prova. Então, precisa tomar muito cuidado com o tempo. Se você não conseguiu fazer a questão, pula e faz as mais fáceis”, comenta o professor.

Lucas Marcos Balduino, 18 anos, aproveitou a experiência que tem para dar dicas ao pessoal que vai fazer a prova. “Eu falo que tem que trabalhar, principalmente, o psicológico. Analise, namore a prova, veja as questões mais fáceis, aquilo que é mais importante. Faça as mais fáceis primeiro, depois passa para as médias e, por fim, faça as difíceis, para que você tenha um bom desempenho, uma boa nota e fique calmo na hora da prova”, aconselha o estudante do Ensino Médio.

O professor comenta também que, depois de realizada a prova, o estudante não precisa ficar preocupado com a correção. Ele precisa aguardar o resultado. “O importante também é a pessoa não se desesperar com a correção, porque o Enem é feito por TRI, outro sistema de correção. O sistema clássico não é válido para o Enem. Depende de quais questões você acertou e como você respondeu. O importante é esperar a nota sair. E é bom não ficar se cobrando por um resultado”, ressalta Alvaceta.

Por fim, a equipe do DHoje deseja uma boa prova a todos os candidatos que vão realizar o Enem.

Por Leandro BRITO 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS